Ano novo: veste nova e vinho novo para pessoa nova

Momentos antes do Ano Novo.

Maioria trajando roupas brancas, recém adquiridas.

Outros vestindo estilos variados.

Embora a predominância seja do branco, não há um padrão nos trajes.

Na hora da passagem, o momento é do espumante.

Nos primeiros minutos, brindes, saudações, sorrisos, abraços e cumprimentos.

O tema central para coisas e sentimentos é o novo.

Esperanças e desejos, antigos e novos, misturam-se para recomeçar e renovar.

As comemorações adentram a madrugada.

No dia seguinte, depois do sono reparador, a realidade é retomada.

Novo e velho encontram-se frente a frente.

Como ficará o novo com o velho?

Esse breve contexto, fez-me lembrar a passagem evangélica: “Ninguém costura remendo de pano novo em veste velha; porque o mesmo remendo novo rompe o velho, e a rotura fica maior. E ninguém põe vinho novo em odres velhos; do contrário, o vinho novo rompe os odres, e entorna-se o vinho, e os odres estragam-se; o vinho novo deve ser posto em odres novos”. (Marcos, 2: 21-22; Mateus, 9: 16-17)

Uma das interpretações dessa passagem indica a renovação interior pela aquisição de virtudes morais essenciais que servem de base para o processo de melhoria do ser humano.

Será trabalho inglório remendar veste velha, desgastada pelo tempo, com retalho novo. Tal tentativa ampliará a rotura. A mesma coisa ocorrerá se colocar vinho novo em odre velho, pois esse odre se estragará, perdendo-se o vinho novo.

O ensinamento estimula a todos, que querem afastar os comportamentos infelizes e pretendam operar no bem, a romper com antigos padrões de agir: “veste velha” e “odre velho”.

Quem deseja implementar mudanças na vida, precisa estar ciente de que essa transformação começa dentro de você, sob novas bases (veste e odre).

Será ilusão querer remendar as suas imperfeições, maquiando-as, ou fazer retalhos parciais na própria personalidade, porquanto resultarão em frustrações e desilusões que acabarão por fazê-lo sofrer quando estiver frente a frente com a realidade.

Para mudar a situação aflitiva em que se encontra, tem que fazer diferente, mudar e renovar em uma nova pessoa.

Escolhendo o caminho da renovação, faça uma autoanálise, tornando-se mais consciente de si mesmo e dos seus recursos latentes, libertando-se dos sentimentos inferiores mediante o esforço edificante na prática do amor e da caridade.

Jesus trouxe a Boa Nova, o vinho novo, que não pode ser guardado em recipiente velho, com sentimentos e comportamentos viciados e inferiores.

A aceitação do Evangelho de Jesus representa a veste nova livre de impurezas.

É preciso renovar a alma. Renascer agora!

Vivemos o permanente agora, apresentando-se como oportunidade para se construir um novo futuro.

Olhe para o passado como lembrança, mas não para vivê-lo. Conserva do passado as boas lembranças. Não traga as coisas ruins e inúteis. Traga do passado as lições, as experiências e os aprendizados.

Ajuda a si mesmo, que o Céu lhe ajudará. Fazendo a sua parte, o Universo conspirará a seu favor.

É preciso ter a consciência de si mesmo e trabalhar para melhorar.

Cada dia reflete nova oportunidade de crescimento espiritual. Cada dia é uma lição.

A mudança e a transformação dependem da vontade, do trabalho e do esforço para superar os obstáculos do caminho.

O dia de hoje é o que merece destaque e atenção.

Devemos romper com antigos comportamentos e sentimentos para desatar os nós do coração.

Aproveite as oportunidades hoje. Não deixe para amanhã.

Reconstrua você mesmo. Renasce agora, antecipando a vitória da luta interna do bem contra o mal.

Renasça no jardim que Deus lhe plantou. Busque a felicidade dentro de você.

Renove-se agora, pois ninguém aproveita remendo novo em veste velha. Desfaça-se do imprestável e inútil, esqueça os enganos que lhe assaltaram, e afaste as aflições e angústias que somente produzem quedas.

Feliz Ano Novo em veste nova, com vinho novo em uma pessoa nova!

Bibliografia:

BÍBLIA SAGRADA.

EMMANUEL (Espírito); psicografado por Francisco Cândido Xavier. Fonte viva. 1ª Edição. Brasília/DF: Federação Espírita Brasileira, 2020.

MOURA, Marta Antunes de Oliveira (Organizadora). Estudo aprofundado da doutrina espírita: Ensinos e parábolas de Jesus – Parte II. Orientações espíritas e sugestões didático-pedagógicas direcionadas ao estudo do aspecto religioso do Espiritismo. 1ª Edição. Brasília/DF: Federação Espírita Brasileira, 2016.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close