O Espiritismo como religião

Essa reflexão tratará do Espiritismo como religião, o qual se preocupa com as consequências morais do seu ensino científico-filosófico, buscando na ética e na moral pregadas por Jesus os elementos que deverão nortear a conduta do ser humano em direção ao Criador.

Embora o Espiritismo não seja uma religião constituída, tradicional, estruturada com base em rituais, sacramentos, dogmas e classes sacerdotais, ele se preocupa com a atitude de vida e o proceder, buscando uma identificação com Deus, por meio de uma vida reta, digna e fraterna, e não através de atitudes exteriores, artificiais e mecanizadas.

O Espírito Emmanuel, no livro “Verdade e amor”, na psicografia de Francisco Cândido Xavier, no texto “Amor e verdade”, sintetiza: “A Verdade é Luz. Entretanto, o Amor é a própria Vida.” Em tão poucas palavras, Emmanuel resume as nossas tarefas na busca da perfeição, tendo o Mestre Jesus como modelo, guia e roteiro de vida a caminho do Pai.

Esse texto coloca verdade e amor lado a lado, como essenciais e complementares para se empreender caminhadas de sublimes aprendizados, serviços e progressos. A libertação pela verdade é longo processo pelo trabalho incessante na prática do amor ao próximo como a si mesmo.

Assim, os aspectos científico e filosófico da Doutrina Espírita são de suma importância para iluminar o nosso interior com as verdades eternas para purificar os nossos corações e nos conduzir para o caminho do bem.

Mas é o amor em ação, a lei do amor na sua prática, que verdadeiramente nos impulsionarão para a tão almejada evolução moral e espiritual, fazendo-nos agir de acordo com os ensinamentos e os exemplos do Mestre Jesus, tendo eles como roteiro de vida.

Esse aspecto religioso da Doutrina Espírita é que impulsiona a prática do amor divino que o Cristo nos ensinou.

Com toda a certeza o Espiritismo é religião, mas não aos moldes de outras crenças: é religião na sua essência de praticar o que prega. Todo conhecimento sem a prática é inútil, seria a mesma coisa do que a fé sem obras.

Allan Kardec, em “O Livro dos Médiuns”, Primeira Parte, Capítulo III, item 24, esclarece: “… o Espiritismo repousa sobre as bases fundamentais da Religião e respeita todas as crenças; que um de seus efeitos é incutir sentimentos religiosos nos que os não possuem, fortalecê-los nos que os tenham vacilantes.”

Ainda Kardec, na Revista espírita, de dezembro de 1868, no discurso de abertura, disse: “No sentido filosófico, o Espiritismo é uma religião, e nós nos vangloriamos por isto, porque é a Doutrina que funda os vínculos da fraternidade e da comunhão de pensamentos, não sobre uma simples convenção, mas sobre bases mais sólidas: as próprias leis da natureza”.

O Espírito Emmanuel, no livro “O Consolador”, em “Definição”, na psicografia de Francisco Cândido Xavier, ensina: “Podemos tomar o Espiritismo, simbolizado (…) como um triângulo de forças espirituais. A Ciência e a Filosofia vinculam à Terra essa figura simbólica, porém, a Religião é o ângulo divino que a liga ao céu. No seu aspecto científico e filosófico, a doutrina será sempre um campo nobre de investigações humanas, como outros movimentos coletivos, de natureza intelectual que visam ao aperfeiçoamento da Humanidade. No aspecto religioso, todavia, repousa a sua grandeza divina, por constituir a restauração do Evangelho de Jesus Cristo, estabelecendo a renovação definitiva do homem, para a grandeza do seu imenso futuro espiritual.”

Por tudo isso, o caráter religioso do Espiritismo é o amor em ação, o amor na prática, o amor decorrente da luz que ilumina o coração, sem ritos, dogmas ou práticas formais.”

Bibliografia:

KARDEC, Allan; tradução de Guillon Ribeiro. O Livro dos Médiuns. 1ª Edição. Brasília/DF: Federação Espírita Brasileira, 2019.

EMMANUEL (Espírito); na psicografia de Francisco Cândido Xavier. O Consolador.  29ª Edição. Brasília/DF: Federação Espírita Brasileira, 2019.

EMMANUEL (Espírito); na psicografia de Francisco Cândido Xavier. Verdade e amor.  1ª Edição. Brasília/DF: Federação Espírita Brasileira, 2015.

ROCHA, Cecília (Organizadora). Estudo sistematizado da Doutrina Espírita: programa fundamental – Tomo I. 2ª Edição. Brasília/DF: Federação Espírita Brasileira, 2018.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close