Quando Jesus entrou no seu coração?

Como encontrou Jesus em sua vida?

Se encontrou, foi pelo amor ou pela dor?

Ouvimos falar que as pessoas somente aprendem com suas próprias experiências, mesmo que recebam conselhos, alertas, exemplos ou ensinamentos vividos.

Você diz a uma criança para não colocar a mão no fogo, pois poderá se queimar. Contudo, ela contraria o alerta e faz a ação, queimando a sua mão. Nesse caso, a dor ensina e obriga a refletir o que fez.

A dor pode ser representada pelos sofrimentos ou pelas aflições. Se despidos do orgulho e do egoísmo, na dor, buscamos os auxílios do céu.

Se tivesse ouvido o conselho, teria aprendido pelo amor.

Escolher um caminho ou outro depende do seu livre arbítrio, que o faz escutar e enxergar para compreender.

Na verdade, somente escutamos e enxergamos o que priorizamos, segundo os nossos interesses. Escuto e enxergo o que quero!

Jesus disse: “por isso lhes falo por parábolas; porque eles, vendo, não veem; e, ouvindo, não ouvem nem compreendem. E neles se cumpre a profecia de Isaías, que diz: ouvindo, ouvireis, mas não compreendereis, e, vendo, vereis, mas não percebereis”. (Mateus 13: 13-14)

Ao longo de nossas vidas, o semeador joga as suas sementes esperando que sejamos solos férteis para germinar boa árvore e dar bons frutos.

Pela Palavra somos convocados a seguir as pegadas de Jesus no trabalho edificante da prática do bem e da caridade.

Quem tem ouvido, ouça, quem tem visão, enxergue, para compreender o verdadeiro sentido da Palavra. A verdade é uma só. Não existem várias verdades.

Jesus é a verdade e a vida no caminho em direção ao Pai. A verdade que liberta!

 As barreiras que se levantam, bloqueando a Palavra, são diversas, com destaque para os sentimentos de orgulho e egoísmo, que nos cegam para as coisas de Deus, e para a surdez seletiva com aqueles que nos falam, que, dentro do livre-arbítrio, as pessoas somente se voltam para aquilo que julgam ser mais importante, do seu interesse e prioritário.

Para Jesus entrar em sua vida, depende unicamente de você!

Se aceito livremente a sua Palavra, Ele entrará pelo amor.

Se o orgulho e o egoísmo dominarem você, Ele poderá entrar pela dor.

Poderei encontrar Jesus em qualquer fase da vida, até mesmo nos últimos momentos de existência.

Quando Jesus nasceu para você?

“Comecemos por Maria, quando foi para ela que Jesus nasceu? Ela nos dirá com plena convicção – Jesus nasceu no dia da anunciação, quando então, ela disse: “eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!”

Reflitamos sobre o caso da mulher pega em adultério e saberemos onde e quando Jesus nasceu para ela. Ela nos informará – Jesus nasceu naquele dia que ela foi lançada aos teus pés para ser condenada. Esse encontro marca o início de uma nova vida, transformando-a em uma das mais firmes seguidoras de Jesus e que esteve com Ele mesmo ao pé da cruz por ocasião da crucifixão.

Perguntemos a Viúva de Naim! E para você quando Jesus nasceu? – Jesus nasceu naquele dia em que saia o enterro do meu filho. Ele me viu, se compadeceu de mim e disse: querida, não chore! Foi no momento que ele tocou no caixão e disse: jovem, Eu te ordeno: levanta-te. Neste momento, meu filho voltou a vida. Foi nesse instante que Ele nasceu para mim.

Indaguemos de Madalena, onde e quando nasceu Jesus. Ela nos informará – Jesus nasceu em Betânia, certa vez em que sua voz, ungida de pureza e santidade, despertou em mim a sensação de uma vida nova, com a qual, até então, jamais sonhara.

Ouçamos o depoimento de Pedro, sobre a natividade do Senhor, e ele assim se pronunciará: Jesus nasceu no átrio do paço do Caifás, no momento em que o galo, cantando pela terceira vez, acordou minha consciência para a verdadeira vida…

Chamemos à baila João Evangelista e peçamos que nos diga o que sabe acerca do Natal do Messias. E ele nos dirá: Jesus nasceu no dia em que meu entendimento, iluminado pela sua divina graça, me fez saber que Deus é amor.

Perguntemos a Judas onde e quando nasceu Jesus. E ele nos responderá: o beijo de judas – Da Vince – Jesus nasceu no instante em que eu assistia ao seu julgamento e à sua condenação. Compreendi que Jesus estava acima de todos os tesouros terrenos.

Interpelemos Tomé, o incrédulo – Quando e onde nasceu o Mestre? Ele por certo retrucará: Jesus nasceu em Jerusalém, naquele dia memorável e inesquecível em que me foi dado testificar que a morte não tinha poder sobre o filho de Deus. Só então compreendi o sentido de suas palavras: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida”.

Perguntemos a Lázaro, o morto – Quando e onde nasceu Jesus? Ele nos responderá: – Jesus nasceu em Betânia, na tarde em que visitou o meu túmulo e disse: “Lázaro, vem para fora”. Neste momento, compreendi finalmente quem ele era…a ressurreição e a vida!

Apelemos, finalmente, para Dimas, o bom ladrão – Onde e quando Jesus nasceu? Ele nos informará: – Jesus nasceu no topo do calvário, precisamente quando a cegueira e a maldade humana supunham aniquilá-lo para sempre; dali Ele me dirigiu um olhar repassado de ternura e piedade, que me fez esquecer todas as misérias deste mundo e antegozar as delícias do paraíso.

Perguntemos a Paulo de Tarso quando se deu o nascimento de Jesus e ele responderá: – Jesus nasceu na estrada de Damasco quando, envolvido por intensa luz que me deixou cego, pude ver a figura nobre e serena que me perguntava: Saulo, Saulo, por que me persegues? E na cegueira, passei a enxergar um mundo novo quando eu lhe disse: – Senhor, o que queres que eu faça?

Perguntemos a Joana de Cusa onde e quando nasceu Jesus: E ela nos responderá: – Jesus nasceu no dia em que, amarrada ao poste do circo em Roma, eu ouvi o povo gritar: “Negue! Negue!”. E o soldado com a tocha acesa dizendo: “este teu Cristo ensinou-lhe apenas a morrer?”. Foi neste instante que, sentindo o fogo subir pelo meu corpo, pude com toda certeza e sinceridade dizer: “não me ensinou só isso, Jesus ensinou-me também a amá-lo”.

Perguntamos a Francisco de Assis, quando Jesus nasceu? Ele nos responderá: – Ele nasceu no dia em que, na praça de Assis, entreguei minha bolsa, minhas roupas e até meu nome para segui-lo incondicionalmente, pois sabia que somente ele é a fonte inesgotável de amor”.

Quando você encontrará e nascerá Jesus em seu coração?

Bibliografia:

BÍBLIA SAGRADA.

EMMANUEL (Espírito); (psicografado por) Francisco Cândido Xavier; coordenação de Saulo Cesar Riberio da Silva. O Evangelho por Emmanuel: comentários ao evangelho segundo Mateus. 1ª Edição. Brasília/DF: Federação Espírita Brasileira, 2017.

EMMANUEL (Espírito); (psicografado por) Francisco Cândido Xavier; coordenação de Saulo Cesar Riberio da Silva. O Evangelho por Emmanuel: comentários ao evangelho segundo Lucas. 1ª Edição. Brasília/DF: Federação Espírita Brasileira, 2017.

KARDEC, Allan; coordenação de Cláudio Damasceno Ferreira Junior. O Evangelho Segundo o Espiritismo. 4ª Edição. Porto Alegre/RS: Edições Besouro Box, 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close