Somos o que pensamos: a mente é o espelho da vida

Com as bênçãos de Deus, a paz de Jesus e a intercessão de Maria de Nazaré.

Esta reflexão conjuga o dito por León Denis “Somos o que pensamos”, do livro “O problema do ser, do destino e da dor”, com a mensagem do Espírito Emmanuel “A mente é o espelho da vida”, do livro “Pensamento e vida”, na psicografia de Francisco Cândido Xavier.

León Denis expressa que o pensamento é criador, atuando “em torno de nós, influenciando nossos semelhantes para o bem ou para o mal; atua principalmente em nós; gera nossas palavras, nossas ações e, com ele, construímos, dia a dia, o edifício grandioso ou miserável de nossa vida presente e futura”.

E continua: “Modelamos nossa alma e seu invólucro com os nossos pensamentos; estes produzem formas, imagens que se imprimem na matéria sutil, de que o corpo fluídico é composto”.

Mais adiante, León Denis afirma “Somos o que pensamos, com a condição de pensarmos com força, vontade e persistência”.

Assim, os pensamentos modelam a nosso ser, fazendo em nós luz ou sombra, e ainda podem influenciar os nossos semelhantes para o bem ou para o mal. Daí a importância da vigilância dos nossos pensamentos e atos. A força do pensamento está na vontade e na persistência.

O Espírito Emmanuel, em “O espelho da vida”, disse: “a mente é o espelho da vida em toda parte”.

Emmanuel expressa que a mente é o campo de nossa consciência desperta, a faixa evolutiva em que o conhecimento adquirido nos permite operar.

Afirma que a mente é espelho da vida, “gerando a força do pensamento que tudo move, criando e transformando, destruindo e refazendo para acrisolar e sublimar. (…) Respiramos no mundo das imagens que projetamos e recebemos. (…) O reflexo mental mora no alicerce da vida”.

A mente é o centro emissor dos nossos pensamentos, que tudo move, refletindo, como um espelho, a nossa vida, conforme o estágio evolutivo em que nos encontramos.

Projetamos os nossos reflexos mentais e recebemos os reflexos de outras criaturas, para juntos refletir os objetivos do Criador.

Por essas mensagens, verificamos que, pelos pensamentos, podemos colocar-nos em comunhão com o Pai, mover, construir, evoluir e iluminar-se, ou estacionar, destruir e mergulhar na escuridão.

Do Espírito Emmanuel, em “Pensamentos”, na psicografia de Francisco Cândido Xavier, temos: “Todas as obras humanas constituem a resultante do pensamento das criaturas. O mal e o bem, o feio e o belo viveram, antes de tudo, na fonte mental que os produziu, nos movimentos incessantes da vida. (…) Pensar é criar”. (…) (Espírito Emmanuel, Pão Nosso)

O Espírito Joanna de Ângelis, em “Tesouros libertadores”, na psicografia de Divaldo Pereira Franco, esclarece: “O pensamento é portador de uma carga de energia que o qualifica, simultaneamente, como positivo e negativo, interferindo nos relacionamentos humanos conforme as faixas vibratórias em que se expandem. (…) O pensamento é uma força dinâmica natural que sempre está em ação, desde que a criatura humana normal não pode viver sem o emitir”. (Joanna de Ângelis, Tesouros libertadores)

Isto porque a energia mental gerada pelos pensamentos e pela vontade é suscetível de reproduzir o nosso próprio ser, refletindo-o em todas as direções. Logo, devemos controlar os nossos pensamentos e dirigi-los para as ações dignificantes na prática do bem.

À medida que vamos nos conhecendo e descobrindo, como seres espirituais inteligentes, à imagem e semelhança de Deus, vamos dominando as potencialidades da alma e do corpo, controlando os pensamentos, a vontade e os desejos.

Portanto, a mente é o espelho da vida, refletindo a alma e projetando os pensamentos, conforme o nosso estágio evolutivo.

Autor: JUAN CARLOS OROZCO

Revisora: Flávia Maia Nobre

Bibliografia:

ÂNGELIS, Joanna de (Espírito), na psicografia de Divaldo Pereira Franco. Tesouros libertadores. 1ª Edição. Brasília/DF: Federação Espírita Brasileira, 2016.

DENIS, Léon. O problema do ser, do destino e da dor. 32ª Edição. Brasília/DF: Federação Espírita Brasileira, 2017.

EMMANUEL (Espírito), na psicografia de Francisco Cândido Xavier. Pão nosso. 1ª Edição. Brasília/DF: Federação Espírita Brasileira, 2018.

EMMANUEL (Espírito), na psicografia de Francisco Cândido Xavier. Pensamento e vida. 1ª Edição. Brasília/DF: Federação Espírita Brasileira, 2016.

Um comentário em “Somos o que pensamos: a mente é o espelho da vida

  1. Gosto muito desse site. Gostaria de ter acesso, pois recebo sempre de amigos

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close