A tua fé te salvou

“Certa mulher, que havia doze anos tinha um fluxo de sangue, e que havia padecido muito com muitos médicos, e despendido tudo quanto tinha, nada lhe aproveitando isso, antes indo a pior, ouvindo falar de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou na sua vestimenta. Porque dizia: se tão-somente tocar nas suas vestes, sararei. E logo se lhe secou a fonte do seu sangue, e sentiu no seu corpo estar já curada daquele mal. E logo Jesus, conhecendo que a virtude de si mesmo saíra, voltou-se para a multidão e disse: quem tocou nas minhas vestes? E disseram-lhe os seus discípulos: vês que a multidão te aperta, e dizes: quem me tocou? E ele olhava em redor, para ver a que isso fizera. Então, a mulher, que sabia o que lhe tinha acontecido, temendo e tremendo, aproximou-se, e prostrou-se diante dele, e disse-lhe toda a verdade. E ele lhe disse: filha, a tua fé te salvou; vai em paz e sê curada deste teu mal”. (Marcos, 5: 25-34)

Por que um gesto tão simples alcançou a cura? Não foi o fato de tocar as vestes de Jesus que ela foi curada, mas devido à sua fé. Aquela fé foi um ato de confiança em Deus e na cura. Se a mulher tocasse a veste de Jesus sem fé nada teria ocorrido. Da mesma forma, devemos tocar Jesus com fé. Ela não esperou Jesus ir ao seu encontro; foi ao encontro Dele, tocou-O em comunhão divina, na esperança da cura.

A mulher se cura quando, pelos canais condutores da fé, liga-se à fonte amorosa de Jesus e alimentou-se da poderosa energia (irradiação fluídica) do Mestre. A vontade e a confiança são poderosos fatores no desenvolvimento e na iluminação da vida.

A verdadeira fé é forte, confiante e perseverante, carregada de energia e de meios para vencer os obstáculos, quer sejam eles pequenos ou grandes. Naquele em que a fé é vacilante e não acredita nas suas forças para vencer as dificuldades resultam a incerteza e a hesitação de que se aproveitam os adversários.

A fé traduz-se na confiança que se tem para realizar alguma coisa, na certeza de alcançar determinado fim, sendo a lucidez que permite ver, em pensamento, a meta a alcançar e os meios para chegar lá, impulsionando o caminhar com a absoluta segurança.

O poder da fé produz ação magnética que atua sobre o fluido cósmico universal, modificando-lhe as qualidades e dando-lhe impulsão irresistível com grande poder fluídico, cuja força se encontra na vontade dirigida para o bem, operando os fenômenos da cura e outros, segundo a lei natural. Esta é a fé que move montanhas, ainda que pequena como um grão de mostarda.

A fé não se impõe, adquire-se. Ninguém está impedido de tê-la. Não é à fé que compete procurar-nos; nós é que devemos ir ao encontro dela. Contudo, não é algo que se desenvolve de uma hora para outra, porquanto exige esforço, dedicação e perseverança. À medida que exercitamos e percebemos a fé, ela se fortalece e vai crescendo a ponto de transportar montanhas.

Assim, devemos ir ao encontro de Jesus, buscar a sua fonte amorosa e a poderosa energia fluídica irradiante pelos canais condutores da fé, em plena comunhão divina, com vontade, confiança e esperança na cura. Então o Mestre nos dirá: a tua fé te salvou; vai em paz e sê curada deste teu mal”.

Bibliografia:

BÍBLIA SAGRADA.

KARDEC, Allan; tradução de Guillon Ribeiro. O Evangelho Segundo o Espiritismo. 1ª Edição. Brasília/DF: Federação Espírita Brasileira, 2019.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close